Você faz um bom controle de gastos de suas filiais? Isso é parte importante do gerenciamento de sucesso. Empresas que possuem diversas filiais podem ter dificuldade em administrar com eficiência os gastos, principalmente os menores.

Segundo levantamento realizado pela MasterCard, em parceria com a Boston Consulting Group, entre 2015 e 2017, o segmento de pagamentos de cartões pré-pagos movimentou US$ 18 bilhões no Brasil.

O cartão pré-pago pode ser uma boa solução para isso. De baixo custo operacional e sem limites de recarga, você poderá definir o valor mensal permitido para gastos, sem surpresas financeiras no final do mês.

Veja agora algumas dicas para um bom controle de gastos de filiais com os cartões pré-pagos!

Cresce a utilização de cartões pré-pagos nas empresas

O pagamento de despesas corporativas pode se tornar um grande problema para as empresas que não fazem um controle de gastos eficiente. Sem a proximidade com as filiais, o gestor pode não perceber as despesas menores que sem um devido acompanhamento, podem trazer grandes prejuízos.

Com o cartão pré-pago, as filiais conseguem substituir o caixa nas compras do dia a dia, pagar despesas de representação – como viagens, refeições e diárias em hotel e ainda remunerar mão de obra terceirizada sem conta bancária.

Essas despesas, por menores que sejam, geram um grande volume de informações que precisam ser administradas. Resultado: demora no processamento dos dados e repasse de valores. O cartão pré-pago consegue otimizar o tempo de quem administra esses gastos e ainda facilita quem precisa desse centro de custo para fazer a gestão da filial.

Vantagens do controle de gastos com o cartão pré-pago

Otimização de processos: O que antes deveria constar numa planilha, ser previsto e aprovado agora pode ser resolvido de forma mais ágil. Com isso, as filiais se tornam mais autônomas e mais conscientes da utilização do dinheiro da empresa.

Mais segurança: Os cartões pré-pagos eliminam a necessidade da realização de saques em caixas eletrônicos, evitando riscos de assalto. A recarga do cartão pode ser feita pela internet, onde é feita a administração do saldo.

Baixo custo de operação: Mesmo com tarifas, de acordo com a emissora, o custo de operação de um cartão pré-pago é bem menor que a administração de uma conta corrente, por exemplo. Com isso, o controle de gastos de filiais se torna prático e econômico.

Auditoria de atividades mais prática: Com o uso de cartões pré-pagos, o monitoramento dos gastos pode ser feito em tempo real. Assim, o gestor sabe exatamente como cada filial está investindo o valor destinado às despesas.

Simplifica processos de reembolso: Os reembolsos possuem uma grande burocracia para serem efetuados, e o problema se agrava no caso das filiais. Com o cartão pré-pago, esse processo se torna mais simples e ágil – os extratos do cartão se tornam o relatório de despesa, facilitando a administração deste centro de custo.

Além dessas, existem outras vantagens para fazer o controle de gastos de filiais com os cartões pré-pagos. Conte com a Element Marketing para desburocratizar as operações da sua empresa e diminuir os custos. Solicite um orçamento e conheça a melhor solução para seu negócio!

Autor do post: pedrofraga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *